Zé Ramalho:Jardim Das Acacias II

From Lyriki
Jump to: navigation, search
Information This page was auto generated and its contents should be reviewed.
Please, take the time to ensure the page content is mostly correct and that there isn't another page for this song.
You may then remove this warning by editing the page contents and deleting the {{autoGenerated}} tag.
“Jardim Das Acacias II”
Artist: Z? Ramalho
Albums: 20 Anos - Antologia Ac?stica ()

Nada vejo por esta cidade
Que não passe de um lugar comum
Mas o solo é de fertilidade
No jardim dos animais em jejum
Esperando alvorecer de novo
Esperando anoitecer pra ver
A clareza da oitava estrela
Esperando a madrugada vir
E eu não posso com a mão retê-la
E eu na passo de um rapaz comum
Como e corro trafego na rua
Fui graveto no bico do anum
Vez em quando sou dragão da lua
Momentânea aliení... gena
A formiga em viva carne crua
Perecendo e naufragando o mar
Uê oh... oh... oh... naufragando no mar
E a papoula na terra do fogo
Sanguessuga sedenta de calor
Desemboco o canto nesse jogo
Como a cobra se contorce de dor
Renegando a honra da família
Venerando todo ser criador
No avesso de um espelho claro
No chicote da barriga do boi
No mugido de uma vaca mansa
Foragido como Judas em paz
A pessoa que você mais ama
No planeta vendo o mundo girar